• Viagem Sem Escalas

Nos caminhos de Vilcún, no Chile

Atualizado: Out 9


Ainda pelo Chile, o Viagem Sem Escalas se apaixonou pelo circuito turístico La Ruta del Tear (O Caminho do Tear), em Vilcún, na região de La Araucanía. O vilarejo fica aos pés da Cordilheira dos Andes é famoso ainda pelos seus vinhos.

O mais legal de ir até o local é se encantar com as tradições do povo mapuche - que significa lagartixa em espanhol. Por isso, uma das atrações incluem as artesãs. Elas ensinam para os turistas as técnicas da antiga tradição do tecer, que vem passando de geração para geração. Elas contam os segredos das colorações de lãs, da fiação e da confecção de prensas em witrales, também conhecidos como telares (teares).

Com o auxílio do küilo (fuso), as mulheres desenham os três símbolos que repetem nas capas dos caciques e que representam a união do mágico e do mundano: Amka, que simboliza uma planta medicinal; Ngüimin, o ícone do lonko, que representa a eternidade; e o lukutuwe, lugar sagrado. Uma boa opção para se hospedar é o hotel Panamericana. Fica a pouco mais de 20 quilômetros do vilarejo e vale cada momento. É um deleite puro. Mais infos no site: www.panamericanahoteles.cl/ancud-html/

Não deixe de conferir a bela Plaza de Armas, a principal do vilarejo. Outra dica, que o Viagem Sem Escalas adorou foi a "Talentos do Sul", uma casa de campo na estrada Norte de Cajon, que recebe sempre muitos visitantes interessados na arte de jóias e artesanato.

Mas não deixe de visitar os arredores do Vulcão Llaima, também em Vilcun. Ele está localizado dentro do Parque Nacional Conguillío. No local, há resorts de esqui. Uma boa opção é se hospedar no Hotel Morador Los Volcanes. Mais infos no site http://www.miradorlosvolcanes.com/br/resortspa/actividades/index.shtml