• Viagem Sem Escalas

As descobertas de Quissamã

Atualizado: Out 9


Hoje, o Viagem Sem Escalas decidiu conhecer a pequena e linda Quissamã, cidade no Norte do Estado do Rio. E, claro, ficamos apaixonados. Primeiro, a entrada da cidade é super bonita, com uma linda ciclovia. Depois, o centro da cidade guarda um charme peculiar, lembrando o Rio de antigamente. Mas estar na cidade é respirar cultura. Por isso, uma grande descoberta: o espaço cultural José Carlos de Barcelos, comandada pela querida Helianna Barcellos. O espaço é um museu que funciona na própria casa de dona Helinha, como ela é conhecida. Ela é a referência cultural da cidade de Quissamã. Ela guarda, por exemplo, cópias de Títulos Nobiliárquicos dados por Dom Pedro II no século XIX. Ele aliás visitou a cidade em 1847. Ela é quem contou tudo ao Viagem Sem Escalas.Ela ainda revelou um pedacinho esquecido da história: a cidade teve sua própria moeda, que circulou entre os anos 30 e 40. Era chamado de "O Operário". Nessa época, a moeda que circulava era "A Ficha".

Em sua casa museu, há muitas surpresas, como pedaços de rochas da fundação da cidade e até bonecas inspiradas em figuras conhecidas na cidade ao longo das últimas décadas. No fudo de sua casa, ela fez uma espécie de santuário ecológico, com as plantas nativas da Restinga de Jurubatiba. Então, há um pouco de tudo como o camboim, usado para aromatizar a cachaça. Espetáculo, não? A casa fica na Estrada do correio imperial, em Piteiras, um dos bairros de Quissamã. Mais infos na página Quissamã Memória Viva no Facebook. Vem ver no www.viagemsemescalas.com ou no nosso instagram: www.instagram.com/viagemsemescalas #rio #riodejaneiro #beach #praia #rio2016 #cidadeolimpica #nortefluminense #estadodorio #lifestyle #quissama #nortefluminense ‪#‎euamoquissama‬