• Viagem Sem Escalas

O voo retrô da TAP

Atualizado: Out 9


O Viagem Sem Escalas adorou essa super iniciativa da TAP. O criador dessa ideia é realmente um gênio do marketing, dizem especialistas. Isso porque a marca, uma das principais da aviação civil da Europa e da América Latina, realizou no último dia 02 de agosto um voo que surpreendeu os seus Clientes que saíram do Porto, no voo TP81, com destino a São Paulo. Os passageiros embarcaram no A330 “Portugal” – o avião da TAP com pintura retrô – onde foram recebidos por Rosa Mota - numa viagem de volta ao passado. Neste que foi o segundo voo retrô da Companhia, os Clientes da TAP puderam ter a oportunidade de experimentar um prato de carne da autoria do Chef português Rui Paula, criado especialmente para esta iniciativa.

Esta viagem no tempo iniciou-se no check-in do Aeroporto Francisco Sá Carneiro – no Porto, que estava todo decorado com as cores e ícones corporativos da TAP da década de 70, com a distribuição de porta bilhetes e etiquetas de bagagem recriadas de acordo com as utilizadas na época. Da mesma forma que o primeiro voo retrô da Companhia, que aconteceu entre Lisboa e Toronto, no dia 14 de julho, os Passageiros foram recebidos por uma tripulação vestida a rigor com um dos uniformes mais emblemáticos da empresa (criada pelo estilista francês Louis Féraud) e por uma “tripulante” muito especial. Rosa Mota fez questão de ser a embaixadora deste voo Porto - São Paulo, duas cidades com grande importância na vida e na carreira da campeã olímpica de maratona.

Também oriundo do Porto, Rui Paula, Chef que possui uma estrela Michelin e que integra o projeto “Taste the Stars”, um desafio gastronômico lançado pela TAP a cinco Chefs Michelin portugueses em abril último, marcou presença neste voo. Rui Paula, responsável pelo sucesso da Casa de Chá, em Leça da Palmeira, do restaurante DOP, em plena baixa portuense, e do DOC, no Alto Douro, criou propositadamente para este voo uma sela de cordeiro com puré de queijo de cabra. Os Clientes TAP puderam ainda degustar sabores servidos na década de 70, tais como salada de camarão, terrina de lebre e o tradicional bacalhau à Zé do Pipo.

Amamos!

Quer mais dicas da TAP? Clique aqui