• Viagem Sem Escalas

O que fazer em São Miguel, ilha dos Açores

Atualizado: Out 9


A principal ilha dos Açores é São Miguel. É o ponto de destino de quase 60% de todos os turistas que chegam ao arquipélago em busca de dias tranquilos. A capital Ponta Delgada tem o maior aeroporto da região e começou a ser habitada pelos portugueses a partir de 1400. O lugar é ideal para quem busca férias sustentáveis com a intenção de contemplar uma natureza ainda preservada. Para quem conhece Portugal, a ilha tem um clima que se assemelha as vilas ou as aldeias do continente. Embora seja a maior ilha dos Açores, São Miguel tem apenas 15,8 quilômetros de largura - do alto de qualquer montanha é possível ver a imensidão do oceano dos dois lados. De comprimento, são outros 62,1 quilometros.

Em São Miguel, os maiores vulcões, embora sem erupção há centenas de anos, ainda permanecem vivos pelo menos quando o assunto é turismo e curiosidade de quem chega por lá. A ilha se formou através de três grandes explosões que hoje dão nome as principais áreas do arquipélago e aos pontos turísticos mais famosos dos Açores: as lagoas de Sete Cidades, Fogo e Furnas. Ou seja, essas três lagoas são paradas obrigatórias para quem deseja conhecer a ilha.

São Miguel também tem opções para quem busca atividades esportivas. É possível descer do alto das montanhas e chegar até ao pé das lagoas em trilhas demarcadas e organizadas em passeios que podem levar até cinco horas facilmente. Mas há dezenas de empresas que oferecem passeios variados, como ciclismo, canoagem, montanhismo e trilha no meio da mata.

Localizado no meio do Oceano Atlântico, a pouco mais de duas horas de avião de Lisboa, esse conjunto de nove ilhas portuguesas vem chamando a atenção de turistas com sua gastronomia peculiar, suas piscinas de águas termais e miradouros que revelam cenários completamente verdes sem a interferência do homem.

Como não há um sistema de transporte público, alugar um carro é essencial para aproveitar a ilha de São Miguel. Na saída do aeroporto há várias opções, como o Ilha Verde Rent a Car, Sixt e Avis. Mas como a ilha tem um clima de interior, é preciso atenção ao dirigir, com as estradas que sobem montanha acima e com as vacas no meio da rua - dizem que na ilha há mais animais do que os quase 70 mil habitantes.

Por ser uma ilha, o clima na região é muito instável. Sol e chuva se alternam constantemente, e nuvens se formam e desaparecem num piscar de olhos. Ir para São Miguel é fácil: a Tap oferece voos diários para o local. O ideal para conhecer São Miguel é passar de quatro a cinco noites. Para ir para as outras ilhas, o ideal é separar pelo menos de dois a três dias para cada uma delas. O serviço de transporte marítimo entre as ilhas não é voltado para os turistas, por isso não há muitas viagens.

Lagoa das Furnas:

Lagoa das Sete Cidades:

Lagoa do Fogo: