Na Ilha da Madeira, um passeio até as Ilhas Desertas

A Ilha da Madeira é um daqueles destinos únicos no mundo. O melhor é que a Madeira é formado por um conjunto de ilhas, formando um arquipélago. Por isso, hoje o Viagem Sem Escalas foi conhecer as Ilhas Desertas com a VMT Madeira, uma das empresas de transporte oficial da ilha. É ideal para uma dia de agito nas férias. 

O passeio dura o dia inteiro e é incrível. Começamos a aventura na Baia do Funchal, onde nos encontramos na sede da VMT para pegar a embarcação e ir  até as Ilhas Desertas. Apesar de ser possível ver as Ilhas Desertas de Funchal, não se engane. O trajeto dura cerca de quatro horas. Mas isso não é um problema, pois o barco é super confortável e cheio de mimos, como biscoitos, café e snacks. É muito conforto. 

 

Veja nosso vídeo especial: 

 

Chegada nas Ilhas Desertas 

 

Assim que o barco se aproxima do local, é possível contemplar as três ilhas desertas: o Ilhéu chão, a Deserta Grande e o Bugio. Reserva Natural desde 1995, é uma área de proteção e conservação do Lobo-Marinho. O passeio é concentrado na Deserta Grande, a maior das três ilhas e única onde é possível entrar com segurança. Tem uma extensão de 11.700 metros e uma altitude máxima de 479 metros. Ao longo da costa encontram-se inúmeras grutas escavadas na rocha e pequenas praias.

O visual das ilhas a partir da ilha chamada Deserta Grande, que conta com posto de observação

Que tal praticar um pouco de caiaque? A VMT oferece a opção de passeios. 

Antes de pisar na ilha, é possível praticar stand up paddle e outros exercícios no meio do oceano, como um caiaque. É muito relaxante. O visual é encantador. O verde da água te remete a um paraíso. 
 

O governo português tentou colonizar a ilha, mas, como não havia água potável, a ideia foi abandonada. Hoje, a região é usada apenas para estudos de flora e fauna e conta com uma estação militar. Atualmente a Reserva Natural das Ilhas Desertas está na rota dos principais operadores marítimo-turísticos da Madeira. 

As Ilhas cintam com várias cavernas e água azul céu. Parece uma piscina

Olha os golfinhos!

Com a VMT, uma das empresas oficiais da Ilha da Madeira, fomos explorar o interior da Ilha. Lá, aprendemos mais um pouco sobre as iniciativas de conservação que é feita no local, que tem mais de 215 espécies endêmicas. Fomos até o centro de cuidados dos Lobos-Marinhos e na casa que é usada como uma espécie de museu das Ilhas.


Nos séculos 15 e 16,  foram introduzidos animais para criação. Ficamos sabendo ainda que durante a Segunda Guerra Mundial, foi construído um acesso para o topo e quatro postos de vigia para o controle dos navios inimigos. Esses postos foram depois usados pelos caçadores de baleias para a observação de cetáceos. 

Gastronomia em alto-mar

 

Veja a nossa experiência: 

 É muito luxo: 

Olha só o cardápio: 

Depois desse incrível passeio é hora do almoço. Sim, a VMT oferece uma opção variada de cardápio. São saladas, batatas e carnes e peixes variados. É uma delícia provar a típica culinária portuguesa no meio do Oceano Atlântico.

 

Mais informações no site da VMT. Na página www.vmtmadeira.com

 

Veja nosso roteiro especial pela Ilha da Madeira. Clique aqui
 

O que fazer em Funchal, na capital da Ilha da Madeira. Clique aqui
 

Veja nosso roteiro pelas Casas típicas de Santana e o Pico Ruivo. Clique aqui

 

Veja nosso roteiro pela linda cidade de Porto Moniz, na Ilha da Madeira. Clique aqui

 

Veja a Ponta de São Lourenço. Clique aqui

Tags:

Please reload

Dez dicas para conhecer o Rio de Janeiro

March 16, 2020

1/10
Please reload

O Nordeste do Brasil encanta. O Viagem Sem Escalas acaba de chegar em Cumbuco, cidade pertinho de Fortaleza, capital da ensolarada Ceará. Que terra linda! Para começar nossa trip, separamos algumas dicas para esquentar a nossa aventura.

1. Praia do Cumbuco

Nossa primeira...

>

Please reload

Pelo mundo a fora
Please reload