• Chris Rosa

De olho na realidade virtual


Na intensa CES, que ocorre em Las Vegas, neste início de 2018, as empresas de tecnologia estão tornando mais robustos os seus equipamentos para permitir que a realidade virtual se torne uma realidade. Um caso é a Intel, que apresentou sua oitava geração de processadores. E olha que bacana: a novidade é que o equipamento conta com um pacote de recursos pensados para gamers, criadores de conteúdo e fãs de realidade virtual e combinada. Com isso, a companhia apresenta ainda um sistema habilitado para a realidade virtual: o Intel NUC. O novo dispositivo da Intel (anteriormente chamado de Hades Canyon) traz esta nova solução de processadores e gráficos em um sistema compacto de apenas 1,2 litros. Perfeito para entusiastas do VR e criadores de conteúdo, será o menor sistema capaz de processar realidade virtual da Intel disponível no mercado.

De olho nas "novas realidades", a Lenovo criou o Mirage Solo com suporte ao DaydreamTM. Isso vai tornar a realidade virtual acessível para a maioria dos consumidores, com seu design autônomo, totalmente autossuficiente e fácil de usar. Com a Câmera Mirage da Lenovo, que conta com o DaydreamTM, é possível capturar os momentos marcantes da vida e depois revivê-los em 3D no seu headset. Profissionais também podem transformar seu trabalho por meio da Realidade Aumentada (RA) com o uso do Smart Glasses Lenovo C220, um hardware de RA monocular, leve e que não requer o uso das mãos, capaz de otimizar os recursos do seu smartphone para ampliar serviços, tarefas, treinamentos e muito mais.