• Redação

Na busca do ecossistema de 5G

Atualizado: Out 9


O 5G ainda não chegou, mas as empresas já estão selando parcerias e correndo com inovações para criar seu próprio ecosistema. O primeiro passo desse novo mundo - embalado por bites e bytes - é a internet das coisas. A Embratel e a T-Systems acabam de anunciar uma parceria para oferta de conectividade IoT (do inglês, Internet das Coisas) para o mercado brasileiro. O acordo vai permitir a oferta, no Brasil, do IoT Service Portal, já disponibilizado pelo Grupo Deutsche Telekom em diversos mercados globais, incluindo Europa, Estados Unidos e China. Como resultado, a T-Systems Brasil, braço da Deutsche Telekom para oferta de serviços corporativos e soluções e serviços globais de TIC, e a Embratel, líder em telecomunicações e com forte mobilidade corporativa e em TI, estão anunciando um acordo que vai permitir a comercialização de conectividade IoT no mercado brasileiro. Por meio da parceria, a T-Systems Brasil vai utilizar a rede da Claro, tornando-se uma MVNO (Mobile Virtual Network Operator). A oferta do serviço começa no início de 2018. - Atualmente, toda grande companhia precisa de conectividade para os aplicativos IoT que estão procurando implementar. Certamente nossa parceria com a Embratel vai permitir à T-Systems Brasil e ao Grupo Deutsche Telekom trazer serviços inovadores para o mercado brasileiro - afirma Ideval Munhoz, presidente da T-Systems Brasil. Mais e mais companhias de setores como o automotivo, energia, saúde e transporte vem operando internacionalmente, enfatizando a necessidade de integração das soluções locais de IoT com um contexto global. Estas empresas levam a integração móvel, com os mais diferentes tipos de equipamentos IoT, às suas sedes, permitindo o acompanhamento de consumo de dados em tempo real, ou o controle remoto de máquinas, monitorando sua operação. Por isso, o IoT Service Portal da Deutsche Telekom foi desenvolvido com estes desafios em mente, oferecendo conectividade gerenciada em todo o mundo. - Por meio desta parceria, a T-Systems terá acesso à melhor tecnologia do mercado. Com o suporte da Embratel, a T-Systems terá conectividade, disponibilidade e qualidade de rede para suportar as operações de IoT de seus clientes globais no Brasil - diz Marcello Miguel, diretor executivo de marketing e negócios da Embratel. Em busca das melhores tecnologias para atender às necessidades dos clientes, aliando um custo apropriado para tornar viável a adoção, a AMcom, empresa especializada em sustentação e desenvolvimento customizado de sistemas, vem investindo fortemente em capacitações e estruturas dedicadas a linha de inovação. Por isso, para 2018 a empresa decidiu investir ainda mais na área de inovação, que se dedica à implementação de tecnologias inovadoras, como Internet das Coisas, Análise Preditiva, Machine Learning, Blockchain, entre outras. Num primeiro momento, o foco não é ofertar inovação como diferencial competitivo, mas adotá-la sob a ótica da eficiência operacional, ou seja, aplicar as novas tecnologias a partir das necessidades de negócio dos clientes. - Levamos as tecnologias inovadoras embarcadas em mudanças de processos para que as empresas caminhem para a adoção da Transformação Digital por completo, porém realizando a conversão passo a passo. Primeiramente, mapeamos os processos para identificar os gaps internos dos clientes e, a partir daí, propomos uma solução que antecipe suas necessidades. Tendo o problema resolvido na prática, o cliente busca entender quais as outras novidades, ampliando a adoção da Transformação Digital como diferencial competitivo - explica o diretor de serviços da AMcom, Rodrigo Strey.