• Viagem Sem Escalas

Roteiro: dica sobre o que fazer em Albi, no sul do França

Atualizado: Out 9


Quem vai a Toulouse pode se programar para visitar as belas cidades que ficam a poucos quilômetros de distância. O Viagem Sem Escalas foi hoje na lindíssima Albi. A cidade é classificada como Patrimônio Mundial da Unesco por ter preservado suas características da Idade Média. As ruelas, a basílica, as pontes e os jardins fazem de Albi um lugar especial.

Veja nosso vídeo especial:

Tudo em tijolos um tanto avermelhadas que deram a Albi o apelido de “Cidade Vermelha”. Por lá, é possível tudo fazer a pé em uma prazerosa visita. Os principais pontos turísticos da pequena vila estão lado a lado.

Albi é conhecida ainda por ter sido lar de Toulouse-Lautrec, um dos maiores do século 19 e conhecido por pintar a vida boêmia de Paris do final do século XIX. Ele ajudou a definir o estilo conhecido como Art Nouveau. Em Albi, o ponto central da cidade é a Catedral Saint Cécile (nas fotos abaixo). Feita toda em tijolos, começou a ser construída no século 4. O atual estilo gótico data do século 13, quando foi reformada.

Depois, aprecie os Jardins do Palácio de la Berbie (na foto abaixo). Berbie no dialeto da Occitânia significa bispos.

O palácio em si sedia o lindíssimo Museu Toulouse Lautrec (nas fotos abaixo), com uma enorme exposição do artista.

Ande em direção ao Rio Tarn e atravesse a chamada Ponte Velha (na foto abaixo), de 1040, para ter uma nova perspectiva da cidade. É de tirar o fôlego.E, claro, ande pelas ruelas.

Divirta-se pela feira popular e prove queijos e doces franceses. É tudo muito gostoso.

Não deixe ainda de contemplar o Place de Cloître Saint-Salvi (na foto abaixo). O claustro, construído em 1270, é um pequeno refúgio para relaxar e descansar.

Como chegar De Toulouse para Albi, é possível ir de trem a partir da estação central de Toulouse. Mais informações no www.sncf.com/fr

Outra opção, e a que o Viagem Sem Escalas escolheu, é contratar uma empresa de turismo. Fomos com a City Tour Toulouse. A empresa é ótima, e bem mais barata que a passagem de trem. O passeio, que começa às 9h e termina às 18h, custa 21 euros.

Mas como tínhamos o "Toulouse Pass Tourisme", tivemos um desconto de três euros. O cartão dá direito ainda utilizar o ótimo sistema de transporte da cidade, como metrô e VLT. Além disso, com o cartão de turismo ainda dá desconto no City Tour da cidade, que oferece passeios por Toulouse e pelas cidades ao redor da cidade. Ou seja, é a melhor opção para conhecer tudo e ainda economizar. Clique aqui

Quer mais dicas de Toulouse? Clique aqui