• Viagem Sem Escalas

No Palácio Nacional de Sintra

Atualizado: Out 9


E no centro histórico o protagonista é o lindo Palácio Nacional de Sintra (acima na foto). Para quem não sabe, em 1147 houve o fim do domínio muçulmano em Sintra após a conquista de Lisboa por D. Afonso Henriques, primeiro Rei de Portugal - e passou a ser residência da família real. O Palácio começou a ser construído a partir de 1489, aproveitando a estrutura muçulmana. Por isso, as referências árabes, como as chaminés em formato de cone.

O teto (repare na foto acima) das salas misturam um harmonioso encontro de elementos góticos e renascentistas. Mas é impossível não notar o estilo árabe do Palácio. Destaque para as janelas com arcos e o revestimento dos azulejos em formas geométrica.

A parte central do palácio é a Torre dos Brasões - um dos ambientes mais bonitos. A visita vale a pena, pois é como andar por um palácio: há belos quadros, objetos dos mais variados e tapetes.

Entre os cômodos, os mais variados: jardins de inverno (são várias) e até um quarto-prisão ( D. Afonso VI é encarcerado num quarto do Palácio até à sua morte, nove anos depois - na foto acima), uma capela e uma enorme cozinha (que ainda simula estar em funcionamento). Abaixo, a capela das orações, rica em detalhes.

Objetos de decoração chamam a atenção dos turistas:

Os cômodos foram montados resgatando os seus variados estilos, como os que contam com influência árabe e manuelino. Mais infos no site do Palácio. Clique aqui

E mais:

Veja o roteiro que preparamos por Sintra. Clique aqui

Conheça as nossas dicas de Lisboa, com roteiros especiais que fizemos para você. Clique aqui

Se está em Óbidos, aproveite para conhecer as cidades ao redor, como Fátima, Alcobaça, Nazaré e Batalha. Clique aqui