Na Basilicata, em São Paulo

O Viagem Sem Escalas descobriu um cheirinho de pão fresco que sai do número 614 da conhecida Rua Treze de Maio, localizado no coração do Bixiga, bairro tradicional da cidade de São Paulo. Pudera! As deliciosas receitas da padaria Basilicata ainda fazem fama entre os vizinhos e o público cativo, que há 103 anos são clientes fiéis da família de imigrantes italianos que domina a arte de fazer pães. A fachada e o logotipo preservam a escolha de Filippo Ponzio, fundador da padaria. Lá dentro, o clima é de uma verdadeira viagem ao tempo: balança antiga, o “pendura” (onde literalmente se penduravam as contas), cartazes escritos à mão e fotografias que contam a história da família que saiu de Basilicata, sul da Itália, para expandir na crescente São Paulo. 

Daqueles tempos para cá muito pão se assou e a padaria Basilicata ganhou novos sócios da família, os Lorenti-Laurenti. Hoje o empreendimento é comandado pelos sucessores dessa quarta geração: Nicola, Toninho, Vittorio e Angelo. Com formações diferentes, os primos e irmãos se dedicam ao mais novo passo da família: o restaurante Basilicata, inaugurado em 16 de março! É pelas portas da padaria que os clientes têm acesso agora ao novo ambiente: Basilicata – Pão, Empório e Restaurante.

 Logo na entrada, os clientes continuam a desfrutar dos serviços da padaria e do empório. Um amplo balcão e mesas-bistrô estão à disposição para lanches rápidos. No andar superior – que também pode ser acessado por um elevador, instalado para garantir a acessibilidade de todos os clientes - está a grande novidade: o chef Rafael Lorenti prova que a cucina italiana está no DNA e prepara um menu enxuto, tipicamente do sul da Itália, com cerca de 30 opções de pratos.

Como entrada se destacam as famosas “Bruschettas”, em 4 variações: Caprese (a mais tradicional feita com tomate, mozzarela e manjericão), Capra (com queijo de cabra e cebola roxa no vinho tinto), Alice (que inova pelo contraste do mascarpone e lardo) e a Pancetta (ingrediente que não falta a mesa dos meridionais da Itália), preço médio R$18 a porção com 2 unidades e a “Insalata Basilicata” (Pane Raffermo, alice e vegetais regado a azeite extra virgem, compõem um prato típico “Dei Contandini” – dos camponeses -, R$28). Difícil escolher o prato principal, mas entre as opções há o “Fusilli Palmarino” (com molica e nozes, R$38), o “Mare Di Maratea” (com polvo, frutos do mar, vegetais grelhados e Pasta Fredda Di Nero Di Seppia, R$390) - prato para ser compartilhado por até quatro pessoas. O “Bucconotti Ripieno” (pasteizinhos doces recheados de castanha e especiarias, acompanha sorvete, R$18) e a “Torta Delle Rose” (massa fermentada em forma de rosas com recheio de limão, acompanhada de sorvete de café, R$18) são as sugestões de sobremesas.

 Todas essas delícias são degustadas em um ambiente exclusivo, que leva a assinatura do já conhecido SuperLimão Studio, com inspiração na antiga Itália, tão querida e guardada nas lembranças da família. Na nova casa os detalhes podem ser observados por toda parte, dos ladrilhos e vitrais originais até as vigas dos tetos, que deixam à mostra as tradicionais pás de forno a lenha. Um aconchegante terraço lateral complementa o ambiente! Na saída, uma pequena viela de paralelepípedo foi incorporada para somar ainda mais charme a casa - difícil é querer sair de lá!

 

Quer saber mais sobre a Basilicata? Clique aqui

 

Quer mais dicas de São Paulo? Clique aqui
 

 

Please reload

Covid muda VisitPortugal para ReadPortugal

May 2, 2020

1/10
Please reload

O Nordeste do Brasil encanta. O Viagem Sem Escalas acaba de chegar em Cumbuco, cidade pertinho de Fortaleza, capital da ensolarada Ceará. Que terra linda! Para começar nossa trip, separamos algumas dicas para esquentar a nossa aventura.

1. Praia do Cumbuco

Nossa primeira...

>

Please reload

Pelo mundo a fora
Please reload